Orar é falar com Deus

As Palavras de Salomão

As Palavras de Salomão

 
            A revista virtual Smith, que “celebra a alegria de contar histórias”, convidou os leitores para que submetessem relatos de experiências que descrevessem suas vidas, usando apenas seis palavras. Milhares responderam com breves biografias variando desde o bem-humorado “Doce esposa, bons filhos – sou rico” ao doloroso “Sessenta. Ainda não perdoei meus pais”.

            Baseado nas Escrituras, tentei imaginar como o rei Salomão teria resumido sua vida em seis palavras. Quando jovem, poderia ter escrito: “Deus me deu tão grande sabedoria”. Anos mais tarde, porém, talvez dissesse: “Deveria ter praticado o que preguei”.

            Durante um reinado marcado por paz e prosperidade, Salomão desenvolveu problemas espirituais em seu coração. Quando ficou velho, “…suas mulheres lhe perverteram o coração para seguir outros deuses; e o seu coração não era de todo fiel para com o Senhor, seu Deus, como fora o de Davi, seu pai” (1º Reis 11:4). O resultado foi a reprovação de Deus e um triste fim para uma vida anteriormente exemplar (1º Reis 11:9).

            As múltiplas vezes em que Salomão usou a palavra vaidade (ou “sem sentido”), em Eclesiastes, podem indicar sua desilusão com a vida. Esse rei, um dia tão sábio, teve tudo, perdeu tudo e refletiu sobre tudo, terminou o livro com esta conclusão decisiva: Teme a Deus, guarda seus mandamentos (Eclesiastes 12:13).

            Estas são seis palavras dignas de atenção.

 

FONTE:David C. McCasland

Meditação: …Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem. (Eclesiastes 12:13)
Pensamento: Obediência a Deus é a chave para uma vida de bênçãos.
Leitura Indicada: 1º Reis 10:23; 11:1-10.
você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.